segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Liquidações: cuidado com a falsa economia!


Começou a temporada de liquidações. Produtos diversos com preços reduzidos. Bora aproveitar? BORA! Mas devemos nos lembrar que é nas épocas de promoções que os maiores excessos são cometidos. Tomem cuidado com a "falsa economia". "Falsa economia" é um termo, que inclusive já foi citado antes aqui no Café, no post "Vítimas da publicidade", que é usado para definir o ato de compra de produtos baratos que logo perdem a utilidade ou nem são usados pelo comprador. Na maioria das vezes, eu penso antes de comprar algo. Procuro não comprar por impulso ou somente baseada no preço. Claro que já comprei algumas coisas por impulso e acabei não usando. Mas evito. 

Uma vez, na temporada de liquidações, encontrei um sapato, que eu já estava de olho a um tempo, pela metade do preço. Comprei, mas teve um porém... Era um número maior do que o meu! (Y) Me perguntem se eu usei... Sim, algumas poucas vezes... Até eu levar um tombão na escada do meu prédio. Depois dessa nunca mais usei e não comprei mais calçados de números maiores ou menores que o meu. Aprendi a lição e não fiz mais burrada ¬¬. 

Eu conheço muita gente que diz que, simplesmente, não consegue se controlar e compra tudo que é roupa, acessório ou sei lá o quê que aparece na sua frente, sem antes analisar se usará, se realmente precisa daquilo, ou se o seu dinheiro dá. O querido "dinheiro de plástico" é companheiro de todas as horas. Resultado = 89938339449 contas atrasadas, CPF negativado e guarda-roupa cheio de coisas que ela nem usa. A boa notícia é que, como veremos a seguir, há modos de se controlar sim!

Eu tive a idéia de postar sobre este tema pq li um artigo muito interessante no site da Roberta Carlucci sobre liquidações, inclusive a autora dá algumas dicas para as meninas não extrapolarem nesta época. Confiram:
  • Não vá para a liquidação sem ter em mente o que precisa de verdade. "Dar só uma olhadinha" para procurar o que comprar só vai causar gastos desnecessários no seu cartão de crédito (e, provavelmente, arrependimento depois!). Faça uma limpeza no armário e uma lista do que realmente está fazendo falta e mantenha o foco o máximo que conseguir.
  • Nunca compre nada em liquidação que você não compraria se não estivesse com descontos!
  • A peça deve servir certinho em você, não importa se estiver a 10% do preço original. Ajustes menores como barras e pequenas pences são feitos sem problemas, porém grandes modificações podem nunca deixar a peça da forma que você queria e custam caro.
  • Cuidado também com os defeitos: botões e pequenas descosturas são fáceis de resolver, porém manchas e defeitos de modelagem podem ser incorrigíveis.
  • Não é porque está barato que merece entrar em seu armário, né? Lembrem-se que para entrar lá a peça precisa ser realmente especial, útil e de boa qualidade, ou ficará somente ocupando espaço e prejudicando a visibilidade do que você possui. Para ajudar, faça-se as seguintes perguntas:
       * Você realmente está precisando disso?
       * Onde e quando irá usar? (Se só conseguir imaginar uma ocasião 
          para o uso, respire fundo e deixe-a na loja, ok?).
       * Com que complementos? (Se precisar comprar sapato,soutien,etc. 
          para poder fazer um look com a peça, esqueça)!                
       * Será que você já não tem algo semelhante, que usará nas mesmas 
          ocasiões? Ou da mesma cor/modelo? (Ter 3 sandálias open 
          boot pretas não faz sentido, né?).
  • Cuidado com os itens de tendência. As tendências mudam a cada estação, ou seja, pode ser que este item super em alta agora esteja ultrapassado no próximo verão. Prefira peças atemporais, que sempre serão atuais!
Recomendo que vocês leiam também estes posts: "Vítimas da publicidade" e "Consumo desenfreado"  

12 comentários:

  1. Eu não sou nada consumista. Ao contrário das outras mulheres, comprar não me traz nenhum prazer, só compro quando preciso. É algo do tipo, "preciso de blusas, tenho que sair pra compra". Acho um saco fazer compras de roupas, sapatos e etc. A única coisa que tenho prazer em comprar é cosméticos e perfumes, mas até esses não compro demais. Então, temporada de liquidação para mim passa totalmente batida... rs

    Beijocas

    ResponderExcluir
  2. Opa.. Mais uma postagem da "Garota da echarpe verde" rsrsrs

    Mulher é Froids, pode ver que não se faz postagem assim para homens.

    A postagem focou mais vestuário e calçados, porem existe falsas liquidações, como por exemplo a loja Casas Bahia, que sempre anuncia: Liquidação de queima de estoque.. abaixaram os preços...
    Ta legal, quem acredita nisso? Se começar a reparar os preços são sempre os mesmos, por exemplo em Novembro um Guarda-roupa que eu queria estava R$ 500,00, chegou dezembro a Liquidação de Natal, dizendo ter até 30% de desconto, ele continuou a R$500,00. Agora pela manhã vi comercial das casas bahia dizendo: Deu a Louca, até 60% de desconto, veja EXEMPLOS. E adivinha? o Guarda-Roupa continua R$ 500,00.. Estranho né essas liquidações..

    É isso.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Como você reclama Thiago! Pelo amor do senhor das lamentações, já que não falamos sobre esse tipo de consumo larga de ser preguiçoso e escreve um post para o FFCafe. Só sabe criticar, que leitor é você que não faz sua parte aqui!
    Reclamão ahahahah
    Mas voltando ao assunto: Eu acho na minha opinião de merda "que não vale nem 10 reais", que comprar é algo muito complexo. Quem diz que consegue não sair comprando o que não precisa está apenas se enganando.
    Fazemos isso até com comida, não precisamos comer aquele bolo de chocolate para acompanhar nosso almoço de segunda(arroz, feijão, batata frita, salada (para dizer que é light) e suco de frutas sem açúcar ou adoçante para não engordar).
    Enfim, saimos esbanjando dinheiro com tudo, e saimos satisfeitos claro. Acho que nem tanto pela compra, mas por poder se dar ao luxo de possuir recursos para o feito.
    Quanto mais o ser humano tem, mais ele busca isso é uma lógica simples de entender, ele quer a evolução seja comprando, comendo ou possuindo algo.
    Até com relação a pessoas que buscam demais o conhecimento, elas não precisam de tanto, mas querem para se sentirem "poderosas".
    É do ser humano querer ser o melhor possível e segundo dizem as religiões é para isso que estamos aqui não? Para evoluir.
    Não encaro o consumismo de uma forma ruim (como o significado sugere), acho necessário para a evolução, mas em principal acho que ele não tem diferença alguma do consumo ahahah. É preciso entender o que é prioridade, então se essa é a maneira de aprender que seja feita sua vontade.

    Ps: Não estou dizendo que devem sair comprando a rodo, mas devem aprender a serem consumistas com pé no chão (já disse que não vejo consumismo como ter diversas coisas supérfluas? Nem como degradação do ambiente? Até porquê, o que é supérfluo? E degradação maior não é mandar sua merda fecal para o rio Tietê? Não, claro deve ser apenas comprar um celular fodão, esmaltes, roupas, caderno).
    A questão toda está em tentar arrumar maneiras de produzir coisas e preservar o ambiente, não deixar de consumir. Criar novos produtos que pensem no ambiente os famosos ECOS e que sejam acessiveis, de que adianta termos eles e serem o dobro do preço?
    Enfim é isso, chega!!
    Bjss

    ResponderExcluir
  4. Hoje vou em busca de mais vestidos. Ontem comprei um na promoção....(sabe Thiago...elas existem!!!! óóó..claro que não podemos considerar as Casas Bahia que sempre têm o "último dia de liquidação" rsrsrssrsr)

    ResponderExcluir
  5. Eu já sou totalmente de lua, tem vezes que adooroo ver as lojas e tem vezes que acho um saco. Tudo depende do meu humor hahah

    Não é todo mundo (mas talvez a maioria haha) que saí por ai comprando tudo que vê, estourando o limite de toodos os cartões de crédito e se endividando até não poder mais hahah Eu mesma sempre quando estive trabalhando consegui guardar dinheiro (e olha que nunca ganhei bem hahah)e não tenho o cpf sujo, se não posso comprar simplesmente não compro.

    Thiago, eu vou te contar uma coisa, pra vc ver que não é só mulher que é gastona hahah Eu tenho um amigo que deve 6 mil reais pro banco Santander, 2 mil reais pro Itaú e mais sei lá quanto pra outros bancos hauaahauhauah Detalhe: ele tem 18 anos, mora com os pais e não paga nenhuma conta em casa :P

    ResponderExcluir
  6. Quanto ao meio ambiente, realmente não adianta nada eu deixar de comprar 9930334949 coisas, até pq tudo isso continuará sendo fabricado e outras pessoas comprarão... =/

    A única vantagem de não ser gastão é que vc consegue guardar dinheiro, não tem 4848484848 dívidas e tem uma reserva para as épocas de desemprego... rs Pra mim, já é uma grande coisa! =)

    Bjos

    ResponderExcluir
  7. Oii
    Nossa! Essa imagem parece da propaganda do Iguatemi huahuaha
    Então, é complicado mesmo. O pessoal sai comprando tudo!
    Eu não gosto de comprar coisas...eu 'adoto' as que tenho e não as largo huahua
    Só compro se estiver algo realmente em conta! Ex: há dois meses na Renner estava vendendo um colar por R$ 39,90, semana passada eu comprei esse colar por R$ 9,90.. Que diferença, né?
    ;*
    Marina

    ResponderExcluir
  8. Eu já fui bem consumista, mas a "dureza" e o desemprego me ensinaram a "ser mão de vaca"... kkkkkkk

    No caso dos meus pais, era o meu pai quem gostava compulsivamente e a minha mãe quem “segurava a onda”, mais uma prova de que não são só as mulheres que gastam dinheiro comprando coisas fúteis.

    Só para constar: estou começando a desconfiar que o Sr. Nalli e o Sr. Crítico são a mesma pessoa... huahuahua :p


    Beijos...

    ResponderExcluir
  9. ká...amigas...
    nossa esse post me caiu muito bem, eu sou uma maluca consumista e desvairada, eu assumo....
    tenho um guarda -roupas abarrotado e centenas de sapatos que não uso a maioria...
    vc tem razão...comprar por impulso ou pq está barato acaba saindo muito caro principalmente quando chega a fatura do famigerado ...rsr
    ando me controlando mais, mas isso é de fato um caso pra terapia...
    adorei as dicas, tentarei po-las em prática..adorei o post.
    Ká obrigada linda por vc estar sempre presente no uivo, não tenho vindo aqui te ver pois ando em falta com todo mundo, to trabalhando que nem ISAURA<<<<rsr
    mas juro que volto logo.
    obrigada por todo o carinho...
    olha vale a pena conhecer o taiguara..é antigo, questionador e até romantico demais ,mas são letras elaboradas e bonitas..
    como eu gosto de tudo(bem,,,quase tudo) está entre os meus MPB favoritos.
    tenha uma doce semana..
    bjuivos no coração seu e das meninas.
    carinhos da loba.

    ResponderExcluir
  10. Opa Opa... Meu Nome citado várias vezes.. Obrigado pessoal..hahahaha

    Ká, esse amigo que deve a todos os Bancos se chama Thiago Nalli? hahaha A Unica diferença é que tenho 29 Anos, não moro com meus pais, mais os valores são quase os mesmos, Todos os bancos me amam..rsrs Isso sem contar a Tim, casas Bahia, Faculdade, etc..rsrsrs

    Vera...

    Thiago Nalli e Senhor Critico a mesma pessoa? Eu gostaria de ser ele um dia viu.. Ou ele ser Eu..rsrs Eu o conheço, e ele é mais Crítico que eu.. pode ter certeza! talvez ele tenha se inspirado em mim. Vai saber né? rsrs

    ResponderExcluir
  11. Não, ele não se chama Thiago Nalli, não vou falar o nome dele não haha por questões éticas hauhaua

    Cuidado com as falsas promoções das lojas de móveis hahaha

    ResponderExcluir
  12. Ká,

    felizmente não sou vítima da publicidade e nem do consumo. Sou uma mulher controlada. Adoro passear no shopping, olhar as modas, entrar nas lojas, experimentar, mas na hora de comprar, penso N vezes e dá certo. Geralmente não compro. ahahahhah !


    Beijos

    ResponderExcluir

Opiniões diferentes serão respeitadas, apenas pedimos que sejam expostas com bom senso e respeito. Sente-se e não se esqueça de sua xícara de café. Desabafe conosco!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...