quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Isso, isso, isso, isso, isso...É o AMORRR!

"Acho que um dos segredos pra "saber amar" é esquecer as regras que existem em torno do amor. É amar e pronto. Sem querer prender, sem querer criar uma rotina, sem querer garantias... É difícil, mas acho que esse é o caminho. Amar alguém, deixá-lo livre, sabendo que ele vai voltar para os seus braços porque te ama. Quando conseguirmos isso, seremos mais felizes. Ou não." (Lais Lemos - Comvidatragem)

É meus caros cafeinados, tudo que a Lais Lemos disse lá nos comentários do Pensamentos de uma Fenix (meu blog pessoal, que reúne links e alguns textos pessoais, quando tenho tempo e coragem ahahahah ...Vocês são minha vida, e priorizo o café ao máximo :D)...voltando, na minha opinião de merda, é uma verdade absoluta. As pessoas criam regras para amar, se você não as segue a risca é julgado, condenado e por diversas vezes ignorado. Tudo por estar fora dos padrões da "sociedade amoristíca". 
E será, que a pessoa que criou essas regras, a seguia?!
Na maioria das vezes é sempre mais fácil encontrar o erro no outro. Julgar pelas emoções criadas no seu cérebro de macaco em evolução. É sempre difícil aceitar e reconhecer suas próprias falhas como parceiro.
O ser humano tem esse ato falho, nunca reconhece seus próprios erros, e como diz minha querida mãe: "Senta no próprio rabo".
Somos movidos pela emoção, e o amor se não cultivado é como uma roseira sem a emoção de florescer. Depois de  muitos cuidados, atenção e muito carinho ela até pode voltar a dar lindas flores iluminando suas manhãs de primavera, mas nunca será a mesma.
Essa metáfora não foi tão boa assim, mas o que realmente importa é que o amor não tem regras, não pode ser julgado, não deve ser fantasiado, não deve ser tratado como um objeto, ele deve ser sentido.
Ser a vítima, é não enfrentar a realidade. Se acabou, algum motivo teve. Enfrente-o, siga em frente e descubra o que fez de errado, aprenda com seus próprios erros, porquê fechar-se para o mundo não é viver.
Resumidamente e explicadamente a resposta para o amor é isso, isso, isso, isso, ISSO... E a pergunta para o fim é traduzida em uma música do Blitz de 1982...
"Você não soube me amar"


Beijos da tia Priscilene...ahahaha

4 comentários:

  1. Tava precisando ler algo assim. Verdade. Regra nada. Nos prendemos tanto , ás vezes, que , de repente, não estamos vivendo. Aí descobrimos que é preciso viver. Amar. E arriscar. Sem regras. Sendo feliz. Amor não tem garantia e a falta de garantia é o que fascina.
    Beijos !

    ResponderExcluir
  2. A Lais é uma verdadeira Poeteira... Ops.. Poeta..hahaha

    Amor, sentimento que as pessoas tentam definir em ações reais, baseando se na matéria. Impossivél, o tal amor é algo que só existe no mundo das idéias (Platão disse isso né?).. Como sempre digo e sempre bato na mesma tecla, O AMOR desse mundo não existe. As pessoas confundem gostar, paixão e etc com amor...

    Quem acredita em amor, vai um dia com certeza dizer palavras de outra musica da Blitz..
    "Ela nos conta que no dia que seria
    O dia do dia mais feliz de sua vida
    Arlindo Orlando, seu noivo
    Um caminhoneiro conhecido da pequena e
    Pacata cidade de Miracema do Norte
    Fugiu, desapareceu, escafedeu-se
    Oh! Arlindo Orlando volte
    Onde quer que você se encontre
    Volte para o seio de sua amada"..

    Amor.. Palavra usada apenas para segurar a pessoa ao seu lado por algum tempo, Milhões de mulheres dizem "EU TE AMO" nesse exato momento a um namorado pelo Celular, e pode ter certeza que ela esta ao lado do amante... Amor? Tudo mentira!

    ResponderExcluir
  3. Muito bom o post! Menos regras, mais espontaneidade. O tanto de gente que eu já vi surtar por causa disso...

    "Milhões de mulheres dizem "EU TE AMO" nesse exato momento a um namorado pelo Celular, e pode ter certeza que ela esta ao lado do amante... Amor? Tudo mentira!"

    Milhões de homens idem hahah

    Bjos

    ResponderExcluir
  4. Concordo com vc Ká: "milhões de homens dizem eu te amo".
    E sinceramente discordo do Thiago, o amor só é um sentimento distorcido pela maioria, mas não quer dizer que ele não exista.
    E quer saber?!
    Os seres humanos não sabem nem o que é ódio, medo e dor. Quanto mais saber o que é amor!

    Vixe até rimou!

    Bjs, do seu Nono! ahahahah

    ResponderExcluir

Opiniões diferentes serão respeitadas, apenas pedimos que sejam expostas com bom senso e respeito. Sente-se e não se esqueça de sua xícara de café. Desabafe conosco!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...