quinta-feira, 8 de julho de 2010

Até onde vai o amor?

Até que ponto podemos dizer que mimos como; coleiras de luxo, "caminhas", "vestidinhos", laçinhos e outros apetrelhos são saudáveis para o amor entre Homem X Animal, e Homem X Sanidade?
Nutrir o amor por um bicho de estimação não é pecado, mas deixar sua herança quase que inteira, uma mansão com vista para o mar e com vizinhos como Jenifer Lopes, Rick Martin e Madonna pode ser considerado sanidade?



Para quem não acompanhou, essa é a história da cadela milionária chamada Conchita que recebeu como herença de aproximadamente R$20.000,00 milhões de reais.
Absurdo? Talvez, mas não para a justiça Americana que aceita esse tipo de situação.

Vamos analisar os fatos:
-Uma chihuahua feia que dá dó,
-Uma americana maluca (Gail Posner de 67 anos) que morreu vitima de um câncer.
-Um filho filho da p... que ficou "Zé coco" e quer sua fatia do bolo.
-Uma justiça biruta, que prevalece um animal, mas discrimina pessoas por sua cor e etnia.

Amo animais, mas acredito que o amor é bem diferente de certas loucuras. Fazer com que o animal use coleiras luxosas não é amor, é querer mostrar para a sociedade seu status.
Se realmente Gail Posner amava os animais por que não criar uma associação para protegê-los? Assim ela estaria melhorando a qualidade de vida não só dos animais dela, mas de pessoas como ela que querem proteger seus cães de filhos desorientados e sem coração.

Para quem acredita como eu: segundo a medicina chinesa a doença chamada "câncer", surge em pessoas que cultivam a magoa dentro de seu coração e não sabem perdoar.

Eu não dúvido que isso tenha acontecido com a Gail, já que ela não recebia visitas de seus familiares, e sua vida com o ex-marido havia sido muito dificil. Segundo alega o filho da falecida, ela foi violentada por seu ex -marido e possuia problemas neurologicos, mas já que ele sendo um bom filho que foi, detectou isso apenas após a morte de sua querida e adorável mãe. Nunca ofereceu a ela tratamento, deixando assim que os oportunistas se aproveitassem de seu estado frágil, para ficar com sua herança. Olha que filho mais bonzinho!
 Enquanto isso na bela mansão, a cadelinha continua alegre e feliz , ou nao. Rodiada por todo o luxo, um guarda costas, camareiras, veterinário a sua disposição e um personal trainer. Será que ela malha os glúteos?

História intrigante não?
De qualquer forma, vejamos os seguintes fatores:

1-Por mais que sejamos sozinhos e os únicos fieis companheiros que temos seja um animal, não podemos esquecer que eles são como nós: "- ESTÃO ALÍ, POR CONVENIENCIA".
Ou você acha que eles encontram um pedaço de bife mal passado em toda esquina, dizendo "Me coma"?

2-NÃO, ISSO NÃO É AMOR! É loucura, insanidade. Amor não é sair por aí demostrando joias, carros esportivos e toda luxuosidade que o dinheiro pode comprar.
Amor é demostração de afeto, carinho, respeito e coisas que nenhum dinheiro poderia comprar.

3-A justiça Americana deve ser realmente oportunista e ter levado dinheiro nisso. Deixar uma velha maluca fazer um testamento dessa forma é chamar todos de idiotas, ou apenas provar o quanto eles são sem vergonha.

4- A raça chihuahua deveria ser exterminada por um rolo compressor.

5-O filho dela tem mais é que SE FUD...!

E tenho dito! E vocês o que pensam a respeito de Gail? Fariam algo assim se tivessem toda essa grana?

Até breve!
Pri Viotto

2 comentários:

  1. Hey, Prisci!

    Concordo que bens materiais não são sinónimos de amor e afeto. E penso que essa herança deixada ao animal foi uma forma que a tia encontrou de "se vingar" dos familiares.

    "1-Por mais que sejamos sozinhos e os únicos fieis companheiros que temos seja um animal, não podemos esquecer que eles são como nós: "- ESTÃO ALÍ, POR CONVENIENCIA".
    Ou você acha que eles encontram um pedaço de bife mal passado em toda esquina, dizendo "Me coma"?"

    Eu não vejo as coisas deste modo. Há animais, principalmente os cães, que são mais amorosos e fiéis aos seus donos do que muitas pessoas. E isso não se resume a um pedaço de carne. Pois bem, cito um exemplo. O cachorro da minha vó ficou mto triste quando ela estava ausente do lar, por estar internada no hospital. Passou vários dias e ele continuava triste. Tinha quem desse comida a ele? Sim. Mas ele só ficou feliz quando a sua dona voltou pra casa. Os olhinhos brilhando, a felicidade dele, ao rever a dona, foi uma cena muito bonita que presenciei.

    Agora, sobre a Gail Posner, sim, foi exagero da parte dela deixar a herança pra cahorra. :S

    Bjos

    ResponderExcluir
  2. Ahhhhh

    Fala Sério né? Se isso é amor, minha teoria sempre esteve corretam, que mulher só ama dinheiro..hahaha
    Bom, nunca acreditei em Amor, e acho que a Pri sabe disso devido minhas converssas com ela, a Lais também, sabe, já a Ka, bom, as outras meninas te explicam as babozeiras e teorias que tenho..rsrs

    Mas falando sobre os artigos de Luxo a animais, Claro que é STATUS.. é querer se mostrar, é uma pessoa FUTIL que faz isso...

    Deixar toda a grana a um cachorro? Vai se FU&$#.. Concordo com a autora ao dizer: "Por que não montou uma instituição de caridade a cachorros, gatos e afins?"

    Babaquices do mundo moderno..

    E Pri.. Sobre o que vc cita "-Uma justiça biruta, que prevalece um animal, mas discrimina pessoas por sua cor e etnia."

    A Justiça olha DINHEIRO... A justiça é hipocrita, acho que nosso mundo é hipocrita.. Não é a toa que na biblia Jesus fala muitas vezes:
    - Bando de Hipocritas..

    Bom é isso. Adore ler e acompanhar o blog...

    Beijos

    ResponderExcluir

Opiniões diferentes serão respeitadas, apenas pedimos que sejam expostas com bom senso e respeito. Sente-se e não se esqueça de sua xícara de café. Desabafe conosco!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...